Educar é semear com sabedoria e colher com paciência.

Educar é semear com sabedoria e colher com paciência.

28 de abril de 2010

PROJETO LENDAS E MITOS DO FOLCLORE BRASILEIRO



CMEI JOSÉ EPAMINONDAS RORIZ

Anápolis, 22 de outubro de 2010.

Profª.:Marta Rute Silva

Serie: Jardim II Turno: Matutino


PROJETO LENDAS E MITOS DO FOLCLORE BRASILEIRO

Justificativa:
Diversas pessoas juram de pés juntos que viram seres fantásticos. Outras dizem que eles não passam de frutos da imaginação. Muitas são os personagens mitológicos do folclore brasileiro. Também, um país tão grande como o nosso com fauna e flora riquíssimas, só poderia resultar em várias crenças regionais sobre esses seres mitológicos.
São histórias e mais histórias que envolvem tais seres. Criados pela imaginação humana, vão sendo passadas de pais para filhos. E, da mesma forma que encantam, pelo lado sobrenatural que costumam possuir, também causam medo em muitos.
Vamos
conhecer essas histórias mitológicas? Que tal conhecer essas histórias?

Objetivos:

v Incentivar a entender a sabedoria popular;

v Conhecer as principais lendas e personagens (Saci-pererê, Iara, Negrinho do Pastoreio, Curupira, boto, boitatá, etc.), tradições culturais, comidas típicas e rituais religiosos.

v Descobrir o uso, costumes e a utilização dos recursos próprios dos locais em que vivem.

Metodologia:

v Pesquisar sobre as lendas e mitos do folclore brasileiro;

v Entrevistar com os pais ou avos sobre as lendas e mitos que conhecem;

v Reconhecer sobre a importância do folclore para a cultura nacional;

v Identificar os tipos de manifestações (carnaval, congada, folia de reis, festa junina, etc.) folclóricas no Brasil;

v Realizar trabalhos individuais em dupla e coletiva.

O que pode ser trabalhado com este projeto?

v Leitura e escrita, produção textual;

v Criatividade; (Jogo da memória e quebra cabeça);

v Folclore brasileiro, cultura brasileira;

v Características regionais.

Produção Final:

v Construir um livro com algumas lendas e mitos do folclore brasileiro;

v Disponibilizaremos o livro na página do projeto.

Material de apoio

Revistas. Jornais e Livros didáticos

CMEI JOSÉ EPAMINONDAS RORIZ

Anápolis, 22 de outubro de 2009.

Profª. Marta

Serie: Jardim I Turno: Matutino

PLANO DE AULA

Ø OBJETIVO

Resgatar e transmitir a cultura popular de sua comunidade e de outros grupos reconhecendo as semelhanças e diferenças entre conhecimentos construídos por diferentes povos e culturas.

Ø CONTEÚDO

Lendas e Mitos do Folclore Brasileiro

Ø METODOLOGIA-ETAPAS DO PROJETO

1° etapa: levantamento do conhecimento das crianças sobre o folclore. Perguntar as crianças quais são as lendas, trava língua ou canções que já ouviram.

Serão usadas ilustrações das lendas nas atividades complementares para iniciar o assunto.

Folclore e um conjunto de tradições lendas canções e costumes de um povo.

Comemora-se no Brasil em dia 22 de agosto dia do folclore.

FOLCLORE DA REGIÃO CENTRO-OESTE:

Dança: congada, Fulia de reis e Moçambique.

Festa popular: cavalhada, rodeio, festa do Divino.

Lendas: pé de garrafa, lobisomem, romãozinho.

Pratos típicos: empadão goiano e galinhada.

Artesanato: cerâmica e objetos de madeiras.

2° Etapa: levantamento por meios de entrevista com os familiares, sobre a cultura popular exemplo, trava-lingua, par lenda, advinha, cantiga e etc. após a realização da pesquisa listarei com as crianças os tópicos do gráfico (trava-lingua, par lenda, advinha e cantiga irá compor o eixo X do gráfico) horizontal faremos junto a contagem de quantos itens do eixo X eles trouxeram. A quantidade apurada irá compor o eixo Y do gráfico vertical.

Explorara a leitura do gráfico. Qual e o item com a maior quantidade? Qual o item com a menor quantidade? Qual a quantidade maior e qual a quantidade menor?

3°Etapa: confeccionar painel na qual poderão ser mostradas as diversidades cultural de uma região. Com o mapa do Brasil as crianças deverão colar a lenda de cada região que serão estudadas no decorrer do projeto o mais conhecido exemplo região Norte- Curupira, região Nordeste- Saci Pererê, Centro Oeste- Romãozinho, Região Sudeste Mula sem cabeça e Região Sul- boi tatá.

4° Etapa: ampliar o repertorio das lendas das crianças.

Selecionar as lendas Iara, Boto rosa, Lobisomem, Vitória Regia, Negrinho pastorinho que serão narradas mais de uma vez para que as crianças familiarizem com elas também será contadas outras versões da mesma lenda para que possam comparar a diferença e semelhanças.

5° Etapa: introduzir outras manifestações folclóricas jogos de advinha simples, trava língua cantiga de roda, parlenda, e provérbios. Confecção de um livro.

Ø RECURSOS DIDATICOS

Cartaz

Aparelho de CD portátil

Músicas

Livros, revista e jornal.

Lápis de cor

Televisão

Vídeos e Cds

Papeis coloridos

Livros de estórias

Jogos

Brincadeiras

Ø AVALIAÇÃO

A avaliação será contínua no aprendizado das crianças através da participação em sala, desempenho nas atividades e trabalhos etc.




Nenhum comentário:

Postar um comentário